Por que sonhamos o que sonhamos?

Essa quarentena tem me surpreendido. Na prática clínica, tenho conversado com os medos dos meus pacientes através dos símbolos manifestos em seus sonhos. A psicanálise e os estudos de Freud sobre a “A interpretação dos sonhos”, sem dúvida, é a melhor base teórica que temos para analisar conteúdos dos processos inconscientes. Para este, que descobriu o inconsciente, o sonho é uma realização disfarçada de um desejo inconsciente reprimido. A fim de sermos breves, vamos definir o aparelho psíquico em: conteúdos conscientes, pré-conscientes e inconscientes. O sonho surge como uma permissão concedida pelo nosso pré-consciente para revelar parcialmente algum conteúdo que estava preso em nosso inconsciente “louquinho para se revelar”, mas esses conteúdos muitas vezes foram reprimidos por serem muito traumáticos e inaceitáveis à consciência. Então ele se revela de forma disfarçada (Ex: uma raiva que você tem do seu pai que foi reprimida pode surgir em seus sonhos como um sentimento de amor profundo por uma figura de autoridade elegida por você). O sonho é, portanto, resultado da interação entre conteúdo manifesto, conteúdo latente e nossa experiência consciente durante o sono. Conteúdo manifesto seria aquilo que lembramos e conseguimos descrever acerca do nosso sonho. Conteúdos latentes são aqueles inconscientes, fantasias e impulsos (muitas vezes de natureza sexual) reprimidos por nós. Um significado mais profundo por trás de cada símbolo dos nossos sonhos. Experiência consciente é parte do conteúdo manifesto que se apresenta durante o nosso sonho. Está relacionada às impressões sensoriais que experimentamos. Por exemplo, nossas impressões de medo e fome durante o sono. Vou ilustrar uma situação: estamos todos vulneráveis frente ao contexto covid-19 e somos bombardeados com informações a respeito dessa problemática. Possivelmente, levamos para a nossa cama uma vasta gama de sentimentos relacionados à insegurança. Esses sentimentos fazem parte da nossa experiência consciente. Mas a nossa mente consciente busca pela homeostase e pelo nosso equilíbrio pessoal. Logo, é possível que, ao entrar em sono REM, nossos registros psíquicos busquem por figuras de apego seguro em nossas memórias inconscientes e temos uma fantasia visual, o sonho. A psicanálise é uma ciência muito profunda, que renderia conteúdo para anos de estudos! Me contem: como têm sido o sonho de vocês?


#neuropsicologia #psicologia #sonhos #freud #covid19 #sono



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo